Google

Pesquisa personalizada

7 de agosto de 2011

O secretário executivo do Ministério da Agricultura, Milton Ortolan, pediu demissão!

    O secretário executivo do Ministério da Agricultura, Milton Ortolan, pediu demissão neste sábado, após ter seu nome ligado a irregularidades publicadas pela revista Veja.
   A revista veja publicou uma suposta gravação do lobista Julio Fróes na qual Ortolan aparecia pedindo propina de 10% sobre um contro do ministério. Ortolan, nega as denúncias e diz não ser conivente com irregularidades e desvios de recursos no ministério. "Não participei e nem compactuo com ilegalidades. Tenho 40 anos de serviço público. Jamais fui acusado de conduta irregular", diz a nota de Ortolan.
    Ele ainda pede que segam feitas investigações "em todos os níveis considerados necessários". E ressaltou, "Coloco-me à disposição das autoridades competentes para prestar quaisquer esclarecimentos. Tenho a consciência tranquila e provarei minha inocência", disse.
    O Ministro, Wagner Rossi, em nota divulgada pela assessoria do Ministério da Agricultura, disse que ele repudiava as informações da reportagem, negando qualquer relação com Fróes. De acordo com a revista, Fróes fazia lobby com o cnhecimento e o aval do ministro Rossi e teria inclusive uma sala na sede do ministério. A revista, diz que Fróes seria responsável por intermediar negócios e cuida de processos de licitação, redação de editais e escolha de empresas prestadoras de servições à pasta. E também, que Ortolan apresentou Fróes a funcionários do ministério como homem de confiança do ministro Rossi.
    Entre tantos corruptos, fica difícil de acreditar em Ortolan, apesar de ter um belo histórico de fica limpa. Hoje em dia não dá mais pra acreditar em Natal. Espero que as autoridades escute mesmo o pedido dele, e esclareça tudo.
(Infomações da BBC)

Um comentário:

  1. tô seguindo seu blog segue o meu

    http://bestfakesnet.blogspot.com/

    ResponderExcluir